Vitrine VM | Interiores de Lojas – A Experiência do Consumidor
20768
single,single-post,postid-20768,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,boxed,,wpb-js-composer js-comp-ver-4.3.5,vc_responsive
dzn_Fifth-Avenue-Shoe-Repair-by-Guise01

Interiores de Lojas – A Experiência do Consumidor

Interiores de Lojas – A Experiência do Consumidor

Tudo que tenho feito nesses últimos meses foi estudar e estudar sobre o conceito de Merchandising de Experiência, para que nossos cursos on-line (que estão para serem lançados), sejam muito bem estruturados e tragam de fato um conteúdo que faça diferença à quem quer se tornar um profissional da área do visual merchandising. Durante os estudos, tenho tido muitas ideias de posts e juro que vou tentar passar isso para vocês pelo nosso blog. Assim começo um conjunto de posts (não necessariamente seguidos), sobre Interiores de Lojas e sua importância para a experiência do consumidor.

Você com certeza deve ter uma loja preferida, que gosta de ir para comprar roupa, ou acessórios, ou um restaurante que gosta de comer, tomar um café, ou ainda uma loja que usa de inspiração para looks que estão na moda e talvez como inspiração do seu estilo de vida. Sim, a loja física tem várias funções, funções que nem sempre percebemos, mas que é de grande importância para quem vive sua experiência.

Para os que estão começando no “VM” ou são donos de estabelecimentos, pense que um bom projeto de interior de loja, pode ser a solução para vários problemas que encontram no dia-a-dia. Quando nos propomos a fazer projetos comerciais, pensamos em dois públicos de necessidades diferentes, nos funcionários, que passarão uma boa parte dos seus dias desfrutando do espaço físico da loja, e nos consumidores finais, que passarão pouquíssimo tempo e deverão ser muito bem acolhidos pelo espaço e muito bem atendidos pelos funcionários nesse pequeno tempo.

Talvez essa seja a chave de todo o processo de venda não digital, a experiência do consumidor como um todo. Idealizando essa experiência do consumidor na loja, e tentando apontar, ao meu ver, os pontos mais importantes, seria lindo e emocionante, se: sua fachada tivesse uma comunicação chamativa e tudo ver com seu público; se sua vitrine mostrasse seus produtos de forma eficaz e comunicando o estilo que sua loja têm; se sua loja tivesse alinhada com sua marca em relação a decoração, e ainda tivesse um espaço confortável para o consumidor andar e descobrir seus produtos de forma prazerosa; e se seus funcionários fossem muito educados e deixassem o possível cliente muito a vontade com o atendimento.

De nada adianta ter um espaço maravilhoso se os funcionários não me atendem bem. O contrário é ainda pior, imagina entrar numa loja fedorenta, ou super quente que não se aguenta ficar, mesmo que o seu funcionário seja o “Steve Jobs” suas vendas não seriam altas. Não adianta ter nada muito bom e algo “mais ou menos”, ou ruim. O conjunto de todos os elementos é o que importa para que a experiência seja completa e eficaz.

Quando for montar uma loja, ou quando for melhorar sua loja, pense exatamente em com gostaria de se sentir nela se fosse sua primeira visita. Pense em como seu público deve ser refletido na sua decoração, ou na sua fachada. E em o que sua logo está dizendo as pessoas que a vêem. A experiência não se trata somente do atendimento, mas também do que se recebe de sinal dos elementos que foram colocados no ambiente. Fique atento a todas essas variáveis, alinhe-as de forma que tudo comunique o mesmo no final do processo, e verá que seus clientes voltarão mais vezes e suas vendas aumentarão.

Texto: Rafaela Lourenço

Foto: dezeen.com

Vitrine VM

A Vitrine VM é um escritório criativo especializado em comunicação visual no ponto de venda. Ajudamos empresários do ramo do varejo a terem um aumento significativo em suas vendas, utilizando os princípios do MERCHANDISING DE EXPERIÊNCIA.